Podcast das Marias #38 – A história que a História não conta


No dia 3 de abril de 1921, o Palestra Itália fazia a sua primeira partida oficial da história. O atacante João Lazarotti, conhecido por Nani, marcou o primeiro gol  do clube. E também marcou segundo na vitória de 2×0 em cima do combinado entre dois times de Nova Lima: Villa Nova e Palmeiras.

No dia 27 de março de 2019, o time feminino do Cruzeiro fazia a sua primeira partida oficial da história. A atacante Vanessa descontou na derrota para o Taubaté por 2×1.

98 anos separam os gols históricos de Nani e de Vanessa. Em comum, a escassez de registros de seus feitos. Justificável para 1921: não havia câmera para um time formado por trabalhadores italianos numa época em que o futebol ainda conquistava seu espaço na vida do brasileiro. Mas em 2019 não há justificativas, nem desculpas.

Uma importante página heroica e imortal teria passado batido se não fosse um Tempo Real na página do GE. O primeiro gol do time feminino – relatado como um golaço – ficou na nossa imaginação, já que não havia registros oficiais, nem mesmo do Cruzeiro.

Como se estivéssemos ainda em 1921, as notícias sobre o feminino parecem demorar dias para chegar.  Se não fosse o nosso seguidor Rodrigo Rezende, que compartilhou um vídeo do gol, estaríamos gravando este podcast apenas imaginando como deveria ter sido.

Ah, mas vamos falar muito hoje sobre esse primeiro grande descaso com o time feminino. E vamos falar também dos jogos contra o Deportivo Lara e América. Esses todo mundo viu, né?

Aqui no Podcast das Marias a gente comemora gols, vitórias, títulos, contratações e boas práticas dentro e fora de campo. Aniversário de Ditadura, jamais! O futebol teve papéis fundamentais durante os Anos de Chumbo, de propaganda do Regime Militar à resistência. E é da resistência que a gente se orgulha.

Neste episódio:

  • América 2 x 3 Cruzeiro: nossas análises e nosso amor ao Egídio e ao Fred (hehehe)
  • Libertadores: caímos do salto contra o Deportivo Lara (falamos da gente mesmo)
  • Time Feminino do Cruzeiro: por que o Cruzeiro se escondeu da história?
  • Ditadura e futebol: não há o que comemorar, mas uma luta a ser lembrada.

Participantes:

✰ Podcast das Marias

Izabela Santana

Luciana Bois

Rafaela Freitas

Samanta Santos (edição)

✩ Patrocínio:

Cruzeiropedia

Spotify:

Podcast das Marias

iTunes:

Podcast das Marias

Google Podcasts:

Podcast das Marias


Calendário dos jogos do Cruzeiro (via Cruzeiropedia):

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *